Esfirra aberta

Muitas vezes surge uma vontade tremenda de comer certas coisas, que não temos aqui por perto, ou nem aqui neste país.  Estou há mais de 20 anos vivendo nos EUA e quando tenho essa vontade, o jeito é fazer!

Sou de São Paulo, e nos anos 80 o restaurante de comida árabe, Habib’s, entrou no estado trazendo um fast food com esfirras abertas, diferenciando-o de outras franquias. Na época, era algo diferente, gostoso, barato, rápido, de fácil acesso para muitos. Sei que a esfirra deles não é a melhor coisa do mundo, mas sabe aquele gostinho de saudade? Pois então! Aqui estou eu saboreando uma esfirra tipo Habib’s e realizada!

Ingredientes

500g de Farinha de Trigo (all purpose)
1 colher (sopa) de Fermento Biológico Seco
60g de Açúcar
60ml de Óleo
350ml de Água Morna
1 Colher (chá) de Sal
Fubá para polvilhar (fine ground corn meal)

RECHEIO DE CARNE:

150g de Carne Moída
1/2 Cebola Picadinha
1 Colher de Chá de Hortelã
1 Tomate sem Sementes Picadinho
Suco de 1/2 Limão, Sal e Pimenta

Modo de Preparo

Na batedeira, misture a água, óleo, fermento, açúcar, sal e 1 xícara de farinha. Vá adicionando o restante da farinha aos poucos e continue batendo. Se utilizar a batedeira com o acessório gancho, pode continuar batendo por mais uns 2 ou 3 minutos.

Se não tiveres a batedeira que bate massa de pão, finalize na mão mesmo, numa superfície enfarinhada. Forme uma bola e coloque num bowl que esteja untado com óleo. Coloque um pano úmido por cima da tigela e deixe a massa descansar por 2 horas dentro do forno.

Enquanto a massa cresce, vamos preparar o recheio. Misture num bowl todos os ingredientes e reserve-o, na geladeira.

A massa deverá dobrar de tamanho ou crescer até mais ainda. Polvilhe o fubá numa superfície e coloque 1 pedaço da massa por vez (do tamanho de uma bola de ping pong) no fubá. Abra-o formando um disco e coloque o recheio (aproximadamente 1 colher cheia) no meio, esticando para as bordas. Lembre-se de deixar a bordinha! Arranje as esfirras numa forma untada com manteiga e farinha.

Preaqueça o forno a 250C/480F. Asse as esfirras por uns 10/15 minutos, até a borda dourar. Pode servir imediatamente.

Pão Pita

Minha primeira vez fazendo essa delícia de pão e deu certo! Pita ou pão árabe, pão sírio, como é conhecido no Brasil,  é um pão de trigo tipo “envelope”, um pão folha que pode ser recheado e consumido como um sanduíche. Pode fazer também um molho tzatziki ou hummus para acompanhá-lo.

Nesses tempos de quarentena, nada melhor do que comer pão fresquinho!

Ingredientes
1 xíc de água morna morna (cerca de 105–110 ° F)
1 colher de sopa de açúcar
2 1/4 colheres de chá (1 pacote) de fermento ativo seco
3 xícaras de farinha de trigo
1 colher de sopa de azeite extra-virgem
1 3/4 colheres de chá de sal

Modo de Preparo
Adicione a água morna, o açúcar e o fermento ao bowl da batedeira (de preferencia, planetária), juntamente com 1 xícara de farinha. Bata tudo até ficar uniforme e reserve por 15 minutos. A mistura formará bolhinhas.
Adicione o azeite e o sal, juntamente com 1 1/2 xícaras de farinha. Misture bem e vá limpando as beiradas do bowl. Se a massa ainda estiver meia grudenta, adicione 1/4 de xícara de farinha de cada vez.
Se não tiver a planetária, sove a massa por uns 5 minutos. Remova a massa da tigela, coloque-a sobre uma superfície enfarinhada e forme uma bola.
Esborrife levemente uma tigela grande com azeite (ou óleo, manteiga) e coloque a massa dentro. Vire a massa para cobrir toda com óleo e cubra a tigela com um pano de prato. Deixe a massa crescer em temperatura ambiente por 2 horas ou até dobrar de tamanho.
Retire a massa da tigela e coloque-a sobre uma superfície enfarinhada. Retire o ar na massa e corte-a em 8 pedaços.
Forme cada pedaço de massa numa pequena bola, puxando a massa pelos lados e dobrando as pontas por baixo. Coloque as bolas distanciadas numa superfície enfarinhada e cubra-as com um pedaço de filme plástico levemente untado com óleo. Deixe a massa descansar por 30 minutos.
Depois de descansar, abra as massas com ajuda de um rolo (os com as mãos) formando discos. Deixe a massa descansar por 10 a 30 minutos.
Pincele uma frigideira de ferro fundido com um pouquinho de azeite e coloque-a em fogo médio-alto. Adicione o disco na frigideira e cozinhe até o pão começar a inchar e o fundo dourar, cerca de 2-3 minutos. Vire e cozinhe por mais 2 minutos. Embora seja ideal que o pão pita comece a inchar e encher de ar quente para formar o enevelpe perfeito, isso nem sempre, acontece. Coloque os pães num pano de prato limpo enquanto continua cozinhando o restante das pitas,  para mantê-los aquecidos.

Frango Grelhado Persa – Jujeh Kabab

Ontem acordei com uma vontade de comer algum prato persa. Ou alguns! Hahaha. Resolvi fazer o Jujeh Kabab.  Um prato iraniano que consiste em pedaços de frango, num marinado (gosto de deixar por 24h) com cebola, limão siciliano e açafrão, e finalizado na grelha.

Também fiz para acompanhar, um arroz com tahdig de batatas, tomate grelhado, tabule e kafta. Passarei as receitas desses outros pratos mais adiante.

Ingredientes

1 kg de peito de frango em cubos

1 cebola picadinha

Suco de 1 limão siciliano

½ colher de chá de pó de açafrão moído, dissolvido em 1 colher de sopa de água quente

½ colher de chá de sal

¼ colher de chá de pimenta preta moída

4 colheres de sopa de azeite de Oliva

Modo de Preparo

Numa tigela, misture cebola, azeite, suco de limão, açafrão, sal e pimenta. Misture bem.
Cubra com filme plástico, ou coloque num saquinho tipo Ziploc e leve à geladeira por 24 horas.

Coloque os pedaços de frango nos espetos e leve-os a grelha já aquecida. Se não tiver espetos, sem problemas, coloque-os direto na grelha. Cozinhe o frango por uns 10 minutos de cada lado. Verifique o cozimento do jujeh kabab cortando um pedaço de frango com uma faca.  Gosto de deixar bem douradinho.

 

Pão Artesanal

Que pão fácil de fazer! É tão fácil, que você vai querer assar um por dia. Você vai precisar de uma panela de ferro com tampa (apropriada para ir ao forno). Acredito que a maioria tenha em casa, e se não tiver, vou te dizer que é um ótimo investimento. Uso a minha panela pelo menos duas vezes por semana. A receita que passarei é a básica. Mas se quiseres adicionar sementinhas, azeitonas, ervinhas, frutas cristalizadas, …. fique à vontade. Sempre adiciono algo diferente na massa. Hoje por sinal fiz um, e coloquei gergelim.

Pão com Azeitonas

Ingredientes

3 xícaras de farinha de trigo

1 1/2 colher de chá de sal

1 sachê de fermento biológico (10g)

1 1/2 xícara de água morna

Também irá precisar de plástico filme, papel pergaminho e a panela de ferro com tampa

Pão de gergelim

Modo de Preparo

Misture todos os ingredientes numa vasilha grande. Coloque o plástico filme por cima desta vasilha e deixe descansar (fermentar) por 12 à 18 horas.

Para assar, preaqueça o forno à 450°F / 232°C com a panela dentro (para ir esquentar também) sem a tampa.

Enquanto o forno e a panela aquecem, remova a massa fermentada e coloque numa superfície com farinha polvilhada. Forme uma bola, faça uma cruz por cima com uma faca bem afiada.

Coloque o pão já no formato de bola num pedaço de papel pergaminho. Retire a panela do forno e coloque o papel com o papel na panela. Tampe e leve ao forno. Asse tampado por 30 minutos. Retire a tampa e asse por mais 15 minutos.

Retire da panela e deixe esfriar totalmente antes de corta-lo. Enjoy it!

Pão rústico com castanhas e cranberries
Pão com alecrim e alho

Pão Fácil de Cerveja

Ingredientes

3 xícaras de farinha de trigo

1 colher de sopa de fermento em pó

2 colheres de sopa de açúcar

1/2 colher de chá de sal

1 lata/garrafinha de cerveja

4 colheres de sopa de manteiga derretida



Modo de preparo

Primeiro, preaqueça o forno à 190° C/ 375°F e esborrife uma forma de pão com spray antiaderente.

Numa tigela, misture a farinha, o fermento, o açúcar e o sal. Adicione lentamente a cerveja e mexa bem. A massa ficará grossa.

Despeje a massa na forma preparada e regue com toda a manteiga derretida. Use toda a manteiga! Ficará crocante a casquinha.

Asse o pão por 45-55 minutos. Deixe esfriar antes de servir.

Beliscão de Goiabada

Voltei!

Foram mais de 2 anos, sem publicar receitas aqui. Para ser sincera, senti falta de não ter as últimas receitas que testei e aprovei, registradas aqui neste meu caderninho virtual. Hoje fiz essas bolachinhas que “derretem” na boca e não poderia deixar de dividir com vocês!

Ingredientes:

1/3 de xícara de Manteiga
1/2 xícara de Açúcar
1 colher (chá) de Essência de Baunilha
1 Ovo
1 xícara de Farinha de Trigo
1 xícara de Amido de Milho (cornstarch)

150g de Goiabada
1/2 xícara de Açúcar de Confeiteiro (powdered sugar)

Modo de Preparo:

Na batedeira ou numa tigela, coloque a manteiga e o açúcar. Misture com uma espátula até formar um creme.

Acrescente a essência de baunilha e o ovo. Mexa/ bata bem.

Adicione a farinha de trigo e o amido de milho aos poucos, até formar uma massa que desgrude das mãos.

Embrulhe a massa em um plástico filme e leve à geladeira por aproximadamente 2 horas.

Forre uma assadeira grande com o tapetinho de silicone ou papel manteiga.

Preaqueça o forno a 180°C.

Com a ajuda de um rolo, abra a massa entre 2 folhas de papel manteiga, até atingir uma espessura de no máximo 0,5 centímetros.

Corte quadradinhos de 5x5cm. Para dar forma ao biscoito, coloque um pedacinho retangular de goiabada dentro do quadrado e dobre duas pontas opostas do quadrado sobre a goiabada.

Arrume as bolachinhas na assadeira forrada com papel manteiga, deixando uma distância de 1 a 2 centímetros entre eles.

Leve para assar por 15 a 20 minutos ou até que eles estejam dourados embaixo.

Passe-os pelo açúcar de confeiteiro.

 

Bolinho de Bacalhau Assado

img_7515
Ingredientes
500 g de bacalhau cozido e desfiado
500 g de batata cozida e espremida
2 colheres de sopa de farinha de mandioca
2 colheres de salsinha picada
1 cebola pequena bem picada
2 ovos
Azeite para pincelar

Modo de Preparo
Misture todos os ingredientes numa vasilha.
Faça os bolinhos com as mãos e coloque numa forma com o tapetinho de silicone ou papel manteiga.
Pré-aqueça o forno à 180C/350F e asse até dourar (uns 25 minutos). Se quiser, retire do forno e vire os bolinhos para dourar dos dois lados.

Sushi Alternativo

IMG_5309

Quer uma receita saudável, de baixo carboidrato e sem glúten? Estes rolinhos de nori são simples, e divertidos de fazer.
O recheio pode ser adicionado conforme o seu gosto. Pode ser de pepino, carne de caranguejo, atum fresco, salmão defumado, cenoura ralada, brotos, camarão, avocado, etc.
Você precisará de uma esteira de bambu, e para subsituir o shoyo (soy sauce), utilize aminoácidos de coco.

IMG_5307

Ingredientes
1 colher de sopa de óleo de coco
1 Cabeça de couve-flor triturada
½ xícara de água
Um pedaço de gengibre ralado
Aminoácidos de coco (coconut aminos)
1 colher de chá vinagre de maçã
folhas de Nori
+ recheio desejado

IMG_5311

Modo de Preparo
Aqueça uma panela grande em fogo médio. Derreta 1 colher de sopa de óleo de coco. Adicione a couve-flor triturada e mexa. Deixe cozinhar por 2-3 minutos. Adicione ½ copo de água para o arroz, tampe e cozinhe por uns 5 minutos. Reserve até esfriar.
Misture numa tigela a couve-flor, 1 colher de aminoáciodos de coco e 1 colher de vinagre de maçã.
Abra a esteira, coloque uma folha de nori e coloque o “arroz” com a ajuda das mãos, espalahndo e deixando apenas uma beirada livre.
Coloque o recheio a gosto e enrole o nori. Passe o dedo na água (tenha uma tigelinha ao lado) e sele o rolinho.
Corte em fatias de uns 2cm e sirva com o aminoácidos misturado com gengibre raladinho.

Opcional: sementes de gergelim

Brigadeiro Romeu e Julieta

IMG_5850

Ontem, dia 15 de Fevereiro, completei 13 anos de casada.
A receita de hoje é a representação desta união, o brigadeiro gourmet Romeu e Julieta.
Goiabada e queijo é a combinação perfeita! Os dois servidos juntos, já é maravilhoso, agora imaginem em forma de brigadeiro!!! Confira a receita:

Ingredientes
100 g de goiabada lisa
1 lata de leite condensado
50 g de chocolate branco
100 g de cream cheese
1 colher cheia de sopa de queijo parmesão
Açúcar para enrolar

IMG_5833

Modo de Preparo
Misture todos os ingredientes numa panela de fundo grosso e leve ao fogo brando mexendo sem parar até que a massa fique bem firme. Se ficar muito mole vai ser difícil de enrolar.
Deixe esfriar completamente.
Corte a goiabada em pequenos cubinhos.
Faça uma pequena bolinha e achate-a no meio para caber o quadradinho de goiabada.
Esconda como em uma trouxinha a goiabada e enrole o doce. Passe-o em açúcar.

IMG_5849

Pavê de Caipirinha

IMG_5848

Valentine’s Day quase chegando… Que tal preparar uma sobremesa divina para esta data especial?
A minha dica, é um pave de caipirinha! Receita fácil, fácil.

Ingredientes
2 latas de leite condensado
2 latas de creme de leite
Suco de 4 limões
6 colheres de sopa de cachaça
2 pacotes de biscoito sabor limão (utilizei sabor limão Siciliano, mas pode ser o biscoito Maria também)

Modo de Preparo
Triture o biscoito no liquidificador e reserve.
Bata no liquidificador o leite condensado, o creme de leite, o suco de limão e a cachaça até virar um creme.
Numa forma quadrada, coloque o biscoito triturado primeiro, depois uma camada do creme e repita até terminar.
Pode esfarelar uns biscoitos por cima e também raspinhas de limão.
Leve à geladeira por 4 horas no mínimo. Sirva.

Se quiser, pode colocar em copinhos, fazendo o pavê individual.

Panqueca Paleo (sem glúten)

IMG_5159

Feliz 2016!

Desculpem minha ausênca na publicação das receitas.
Tenho experimentado várias receitas estes dias, só não tive muito tempo para colocá-las aqui no blog.
Agora também tenho outro hobby (reforma e pintura de móveis) que está consumindo parte do meu dia, mas já reorganizei os horários e a partir deste mês, todas as Segundas serão publicadas receitas novinhas para vocês.
A receita abaixo é de minha autoria. Experimentei alterar dois ingredientes da receita básica de panqueca e deu muito certo. A panqueca ficou fininha e deliciosa. Parece até um crepe.
O recheio você pode fazer conforme seu gosto. Eu fiz um recheio de ricota com espinafre e reguei um molho vermelho por cima.

Ingredientes
1 xícara de polvilho doce (tapioca flour ou tapioca starch)
1 xícara de leite de castanha de cajú, ou de amêndoa
1 ovo grande
Óleo em spray

IMG_5153

Modo de Preparo
Bata os três primeiros ingredientes no liquidificador, até misturar bem.
Aqueça uma frigideira anti-aderente e spray um pouquinho de óleo (ou azeite).
Coloque uma concha pequena da mistura, e espalhe a mistura. Deixe soltar um lado e vire do outro.
Repita com o restante da mistura e recheie a gosto.

IMG_5160

Molho de Cranberry com Cabernet e Blueberry

IMG_5716Esta compota/molho ficou com gostinho de vinho quente. Como adoro vinho quente, adivinha? Este molho agora é o meu favorito!!!
Uma versão diferente do famoso molho de cranberry (oxicoco ou mirtilo vermelho) tradicionalmente servido na ceia de Thanksgiving. Normalmente servem ele assim como um molho ou também como uma gelatina para poder acompanhar o peru.
Este molho pode ser aproveitado no dia seguinte ao Thanksgivng, fazendo um belo sanduíche com fatias de peito de peru e colheradas do molho. Delícia!

IMG_5710

Ingredientes
1 ½ xícara de mirtilo (blueberry)
230g / 8oz de oxicoco fresco (cranberry)
1 xícara de cabernet sauvignon
1 xícara de açúcar granulado
1 colher de sopa de canela , ou ao gosto
1/2 colher de chá de cravo em pó

IMG_5712

Modo de Preparo
Misture todos os ingredientes numa panela grande e leve para ferver, mexendo de forma intermitente. Após levantar fervura, reduza o fogo e deixe o molho cozinhar por aproximadamente 20 minutos, ou até engrossar. Transfira para um pote de vidro e refrigere por até 2 semanas.

Cebola Caramelizada e Batata Doce Gratinada com Sálvia Fresca

IMG_5767

Apresento à vocês, a minha versão do prato Cebola Caramelizada e Batata Gratinada com Sálvia Fresca do Chef de Cozinha, Bobby Flay. Na minha receita, troquei a batata normal, pela batata doce e adicionei queijo parmesão também.
Ficou simplesmente divina! Sua família e convidados ficarão surpreendidos com este acompanhamento para a ceia de Thanksgiving.
Utilizei a batata doce, da casca roxa e branquinha por dentro. No Brasil tem mais facilidade de ser encontrada. Aqui nos USA, encontrei esta batata no mercado indiano.
Adoro fazer comprinhas em mercados asiáticos e indianos. Acabo encontrando frutas e hortaliças que não tem normalmente nos mercados regulares da cidade. E como adoro novidades, sempre também , acho algo novo para experimentar. Vale a pena sair da rotina dos mesmos mercados e visitor um destes!
A sálvia (sage) fresca, peguei da minha horta. É a erva que mais se deu bem com o clima e terra daqui. Passou firme e forte pelo inverno e verão, e o pézinho continua lindo e com muitas folhinhas!

IMG_5765

Ingredientes
2 colheres de azeite
1 colher de sopa de manteiga
3 cebolas medias cortadas bem fininha
Sal e pimenta do reino moída à gosto
3 colheres de sopa bem picada folhas de sálvia fresca
6 batatas doce grandes, descascadas e em fatias finas num mandolin (ou na faca, se não tiver o mandolin)
2 xícaras de creme de leite fresco
Queijo parmesão ralado

IMG_5760

IMG_5762

Modo de Preparo
Pré-aqueça o forno à 375F/190C.

IMG_5761

Aqueça o óleo e a manteiga numa frigideira grande em fogo médio-alto. Adicione a cebola, tempere com sal e pimenta e cozinhe até caramelizar, cerca de 15 à 20 minutos. Retire do fogo e misture a sálvia. Reserve.
Faça uma camada de fatias de batata num refratário grande, e coloque um pouco da cebola. Polvilhe sal e pimenta e regue umas 2 colheres de creme de leite fresco ou mais se necessário. Vá pressionando para baixo e repita até terminar as batatas e cebolas. Leve ao forno, coberto com um papel alumínio por 25 minutos. Retire o alumínio, polvilhe queijo ralado e asse por mais 20 à 25 minutos, até dourar. Aguarde uns 10 minutos para esfriar um pouco antes de servir.

 

Enroladinho de Aspargos com Prosciutto

IMG_5470

Tão simples, e tão saboroso! Aspargos enrolados numa fatia de prosciutto crudo, que seria um presunto cru. O sabor do prosciutto penetra no asparagus durante o cozimento. E para dar um toque final neste prato, regue um pouco de redução de vinagre balsámico.

Ingredientes
Aspargos
Prosciutto (encontrado perto dos frios (deli meat) nos mercados)
Opcional (mas delicioso): redução de vinagre balsámico

IMG_5465

Modo de Preparo
Em primeiro lugar, corte as pontas dos aspargos e escalde o seu aspargos em água fervente por 1 ou 2 minutos. Transfirá-os para uma tigela com água gelada para cessar o cozimento.
Se o aspargos for do grosso, enrole no prosciutto individualmente. Se for do aspargo fininho (como foi feito na minha receita), utilize de 3 à 4 aspargos por fatia.
Asse em forno à 350F/180C, cerca de 10 minutos, até o aspargos amolecer ao seu ponto.
Regue um pouco de vinagre balsámico por cima na hora de servir.

 

Couve-de-Bruxelas Assada

IMG_5462

Se não tiver vinagre balsámico, já pode colocar na listinha de compras, pois na receita de ontem, hoje e amanhã, temos a presença dele.
A couve-de-bruxelas é uma verdura que lembra um repolhinho. Algumas pessoas até conhecem por este nome. Rica em sais minerais, prinipalmente ferro e fósforo e contém vitaminas A e C.
A couve-de-bruxelas também marca presença nas mesas de Thanksgiving. Além de ser bem nutritiva, é deliciosa.
Aqui em casa todos adoram, principalmente as crianças.

 
Ingredientes
4 xícaras de couve-de-bruxelas (brussel sprouts)
1 colher de sopa de azeite de oliva
1-2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
1- 2 alho esmagado
Sal e pimenta à gosto

Modo de Preparo
Limpe e corte a couve-de-bruxelas ao meio. Forre uma assadeira com papel alumínio, ou separe uma cookie sheet. Misture a couve-de-bruxelas com os demais ingredientes. Coloque os repolhinhos com a parte cortada para baixo.
Asse à 425F/220C graus, até que dourem e se caramelizem.